Arquivos JB News 10 Anos

Cervejas especiais estão cada vez mais no gosto dos mato-grossenses

Publicados

em

 

 

As cervejas artesanais ou especiais estão ganhando cada vez mais adeptos e conquistam espaços importantes nas prateleiras dos atacarejos. Os principais motivos para o aumento do consumo são o maior grau de conhecimento por parte dos consumidores, acesso a produtos de alta qualidade e sabor diferenciado, segundo o gerente Comercial do Fort Atacadista em Mato Grosso, Rogério Muchão.

Para ele, o consumidor pode ser fiel a uma marca, mas tem buscado conhecer cervejas diferentes para sentir o sabor desse outro produto. “Também existe um novo público que valoriza os produtos locais e a qualidade das produções em pequenas escalas e prefere o conteúdo aromatizado da cerveja artesanal, diferente das cervejas tradicionais do mercado”, destaca Muchão.

A empresária cuiabana Helena Mesquita, apreciadora de cervejas especiais e estudiosa do assunto, explica que quem procura pela cerveja artesanal opta por apreciar um produto de qualidade superior, independentemente do estilo. 

“Desde as cervejas leves às mais complexas e encorpadas, mais ou menos lupuladas, ou ainda aquelas que possuem adição dos mais variados produtos, como mel, mandioca, frutas e especiarias, esse é um universo gigante a ser explorado”, diz. 

Ela comenta que a cerveja produzida nas grandes cervejarias do País, em sua maioria, utilizam insumos de baixa qualidade para produzir em larga escala. “Dizemos que o lema do mundo cervejeiro artesanal é ‘beba menos, beba melhor’, justamente por priorizar a qualidade, acima de tudo, onde o consumidor pode apreciar bebidas com personalidade única, com sabor e aroma diferenciados”, completa a empresária. 

Quanto ao valor, Helena ressalta que o custo de uma cerveja artesanal é um pouco maior, mas isso não impede o consumo eventual e a apreciação da bebida. “Tem para todos os gostos, paladares e bolsos”, conclui.

Nas lojas do Fort Atacadista, por exemplo, a cerveja artesanal mais procurada é da fábrica regional Louvada, a primeira de Cuiabá. Porém, a rede ainda oferece diversas opções de cervejas artesanais, fabricadas no Brasil, como a Colorado, de Ribeirão Preto (SP), Opa Bier, de Joinville (SC), Hemmer e Eisenbahn, ambas de Santa Catarina, e Roleta Russa, do Rio Grande do Sul.

A jornalista Márcia Tomaz aprecia o sabor da cerveja artesanal, porém, não costuma ingerir com frequência. “Já experimentei alguns sabores, como a que tem coentro. Gostei, tem um sabor forte e quente”, ressalta.

As unidades do Fort Atacadista estão presentes nas Avenidas Fernando Corrêa e Miguel Sutil, em Cuiabá, e na Avenida da FEB, em Várzea Grande, com grande variedade de cervejas, inclusive, especiais.

Fotos: Assessoria

 

Luciane Mildenberger

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MPMT notifica prefeito a rescindir contratos temporários na Empresa Cuiabana de Saúde Pública

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Vereadores prefeita Lucimar Campos e secretarios vistoriam obras

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA