Economia

Carrefour oferece bolsas de curso de capacitação para pessoas negras

Publicados

em

O curso será online e terá duração de três meses
Divulgação

O curso será online e terá duração de três meses

O Grupo Carrefour Brasil lançou um programa de capacitação profissional para oferecer bolsas de estudos de inovação, empreendedorismo, criatividade, metodologia e UX Research para pessoas negras e pardas de todo o país, com idades entre 18 e 30 anos. As inscrições vão até o dia 28 de agosto. A ação é realizada em parceria com a startup do ramo educacional DIO – Digital Innovation One.

O programa chamado Inova Tec será on-line, com duração de três meses, e voltado para as demandas do mercado de inovação. Também contará com acompanhamento do desempenho dos participantes. A iniciativa oferece atividades educacionais em tempo real de acordo com a disponibilidade de cada estudante.

As bolsas de estudo incluem ainda um cartão pré-pago com o valor mensal de R$ 180 por participante e será dividido em R$ 60 para internet e R$ 120 para alimentação, além da realização de uma Feira de Inovação e uma competição dos melhores projetos práticos de todos os alunos ao fim do programa.

Leia Também:  Contribuintes tem até sexta-feira (30) para renegociar dívidas no Mutirão Fiscal

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Veja como fazer as inscrições

As inscrições estão abertas a pessoas que se autodeclaram negras e pardas, em situação de vulnerabilidade social e que tenham interesse em se desenvolver na área de inovação. Também será preciso que o participante resida no Brasil, apresente comprovante de renda per capita (por pessoa) igual ou inferior a 1,5 salário mínimo (R$ 1.818), tenha concluído o ensino fundamental II (equivalente ao 9º ano) e disponibilidade para participar das aulas, no turno da manhã, entre segunda e sexta-feira, ao longo da duração do programa.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pelo  site  até o dia 28 de agosto.

Leia Também:  Lei Seca prende duas pessoas por embriaguez ao volante na Avenida do CPA

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:

Economia

Não é verdade que bancos perdem dinheiro com PIX, diz presidente do BC

Publicados

em

Por

O presidente do Banco Central (BC) do Brasil, Roberto Campos Neto, disse hoje (11) que não é verdade que os bancos estão perdendo dinheiro com o PIX. De acordo com ele, as instituições financeiras participaram do desenvolvimento da ferramenta de pagamento. Além disso, as eventuais perdas de receita nas transações são compensadas pela abertura de novas contas bancárias e pela menor circulação de papel-moeda.

“Eu quero já dizer que não é verdade que os bancos perdem dinheiro com o PIX. Inclusive, a gente deve, em algum momento, soltar algum tipo de estudo mostrando isso. Você tem uma perda de receita em transferência, mas, por outro lado, novas contas são abertas, novos modelos de negócio são gerados, você retira dinheiro de circulação, o que é um custo enorme para o banco, você aumenta a transação, então o transacional aumenta”, disse, em palestra na 32ª edição da Febraban Tech, evento da Federação Brasileira de Bancos, na capital paulista.

O presidente do BC ressaltou que os bancos entenderam, no processo de construção do PIX, que o sistema seria de “ganha-ganha”, ou seja, todos os participantes sairiam no lucro, e ajudaram na divulgação da ferramenta. “O sistema foi construído por todo o sistema financeiro. Os bancos ajudaram muito, botaram propaganda bonita, fizeram um marketing muito bom.”

Leia Também:  Quatro pessoas são presas com relógios, videogames e outros produtos furtados em Sinop

Campos Neto ressaltou que a intenção do BC é aumentar a participação da sociedade no sistema bancário nacional. “A gente quer ´bancarizar’, a gente quer competição com inclusão, não é sobre se está ganhando ou está perdendo, todo mundo está ganhando.”

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Economia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA