Política Nacional

Caminhoneiros aderem à greve nacional dos petroleiros

Publicados

em

Revista Fórum – A Associação Nacional dos Transportadores Autônomos do Brasil (ANTB) anunciou neste sábado (15) que a categoria vai aderir e prestar total apoio à greve nacional dos petroleiros, que já dura 15 dias e paralisou 114 unidades do sistema Petrobras. Em carta publicada no site da Sindipetro, os caminhoneiros também lançam campanha para avançar na luta contra a política de preços dos combustíveis adotada pela Petrobras.

Segundo o presidente da ANTB, José Roberto Stringasci, a política de preços é um assunto que “precisa ser discutido com toda a sociedade, que é afetada em todos os setores por causa dos altos preços dos combustíveis. E se nós temos o petróleo e a Petrobras, não é possível mais aceitarmos essa cobrança inadequada na bomba”.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Onça Pintada é encontrada morta com tiro na cabeça Sesc repudia prática e alega invasão na reserva
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

JUSTIÇA MANDA DEPUTADO E ASSESSOR DO PSL APAGAREM VÍDEO FAKE CONTRA FELIPE NETO

Publicados

em

Deputado Bruno Engler, de Minas Gerais, e seu assessor terão 24 horas para cumprir a decisão
A Justiça concedeu nesta segunda-feira, dia 17, uma liminar determinando que o deputado estadual Bruno Engler , do PSL de Minas Gerais, e seu assessor Victor Luiz removam de suas redes um vídeo falso que viralizou na semana passada contra o influenciador Felipe Neto.

Segundo Neto, a postagem de Victor foi a primeira que ele encontrou em toda a internet.

A decisão do juiz Mario Cunha Olinto Filho, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, afirma que “de fato teria ocorrido uma montagem (…) de forma a dar a entender, de forma maliciosa, que o autor pratica ou incentiva pedofilia ou, no mínimo, divulga material impróprio para crianças e adolescentes. Assim, há evidência de ofensa à honra e ao nome do autor perante o seu público, criando-se um factoide sem indicação de qualquer veracidade. Assim, cabe a remoção imediata dos conteúdos ofensivos”.

A montagem exibia imagens de crianças enquanto mostrava trechos de vídeos antigos de Felipe Neto falando sobre sexo, que foram editados para parecer que o mesmo estava falando para crianças.

Leia Também:  Prefeitura lança neste sábado as obras do Centro Integrado de Atendimento ao Autista

Neto viu na decisão um indicativo de que o combate à desinformação será bem-sucedido:

“A milícia digital cortou os trechos e montou com uma parte mais recente, quando eu já me preocupava com conteúdo para crianças. Os responsáveis por essa campanha difamatória irão pagar pelo que fizeram. Espero que este caso se torne um indicativo de que a era das fake news para arruinar reputações vai chegar ao fim”.

Os dois deverão apagar as postagens sobre o vídeo de Twitter, Instagram e Facebook, sob pena diária de R$ 5 mil, para cada um.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA