Policial

Câmara inicia hoje debate sobre afastamento de Paccola, levantamento aponta que maioria dos vereadores votam a favor da permanência

Publicados

em

 

JB News

Por Alisson Gonçalves

Com o fim do término do recesso parlamentar nesta terça-feira 2 de Agosto, o que se espera é que a Câmara de Cuiabá inicie o debate em torno da votação que deve afastar o vereador Tenente Coronel Paccola (Republicanos), da Câmara Municipal de Cuiabá.

No última dia 7 de julho a procuradora da Câmara deu parecer Favorável para o afastamento de vereador, que foi indiciado pela Polícia Civil por Homicídio qualificado, após atirar três vezes pelas costas do agente penal Alexandre Miyagawa, que segundo a perícia e o Ministério Público Estadual, não teve chance de defesa.

Como já informado anteriormente, Paccola está sendo investigado pela morte do Agente Alexandre Miyagawa de 41 anos,morto pelo Parlamentar com 3 tiros pelas costas no dia 1 de Julho, próximo ao Choppão em Cuiabá.

Antes de fazer a votação,o presidente da Câmara Juca do Guaraná Filho (MDB), decidiu esperar o término do inquérito policial para que nenhuma atitude injusta fosse tomada contra o parlamentar.

Agora em o inquérito em mãos e com a volta do recesso parlamentar nesta terça-feira 2 de Agosto, os rumores nos bastidores é que a votação contra o parlamentar que pode culminar na perda de seu mandado.

Leia Também:  Programa Nota MT não informa premiação por SMS informa Sefaz

Em um levantamento realizado pela equipe do JBNews, foi apurado que a maioria dos vereadores devem votar a favor  da permanência de Paccola vereador.

A Polícia Civil o indiciou por Homicídio qualificado.

Por outro lado, o próprio partido de Paccola não, emitiu nenhuma nota, contra o caso,  ele ainda segue como pré -candidato a Deputado Estadual pela sigla.

Em um vídeo feio pelo Parlamentar ele destacou, que o caso vírou perseguição política, mas que isso não iria o abalar em sua jornada de uma cadeira na ALMT.

Em uma entrevista Juca do Guaraná informou que o debate na Câmara Municipal pode levar até cinco sessões para que seja tomada uma decisão quanto o caso.

Assim que perder a imunidade parlamentar, Paccola será julgado civil e criminalmente, o que pode também levá-lo a  prisão.

COMENTE ABAIXO:

Policial

Polícia identifica os 3 mortos envolvidos no assassinato de 4 pessoas em Nova Monte Verde

Publicados

em

Por

JB News

Por Alisson Gonçalves

A Policia Civil (PC),  identificou os 3 mortos em confronto a com PM, no município de Nova Monte Verde.

Como já informado na matéria anteriormente, os criminosos estariam envolvidos na chacina de 4 pessoas, que vieram do Paraná, para trabalhar em uma empresa de Asfaltamento.

Os criminosos mataram sua vítimas identificados como Caio Paulo da Silva de 31 anos, João Vitor da Silva de 19 anos, Alan Rodrigues Pereira de 36 anos, e Jefferson Vale Paulino de 26 anos, eles estariam enterrados em um ponto de “Desova” utilizados pelos criminosos para esconder o corpos.

A polícia foi ao local, e  foi recebidos a tiros, houve um confronto onde dois homens e uma mulher foram mortos.

O nomes dos criminosos foram identificados coko Wellington dos Santos da Silva, 19 anos, Tatiane Gameleira da Silva de Sal, de 18 anos, e Paulo Henrique Garcia dos Santos, 17 anos. Segundo informações, eles seriam de  facções criminosas, envolvidas com o tráfico de drogas. As mortes seriam por conta dos trabalhadores serem confundindos como sendo de outra facção rival. A polícia investiga.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MP cita violação de competência e manda ALMT revogar artigo que condiciona retorno as aulas em MT
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA