Esportes

Brasil será sede de uma das etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike em 2022

Publicados

em

Evento vai acontecer em Petrópolis (RJ). Competição contribuirá diretamente para a continuidade do trabalho de desenvolvimento da modalidade

Atual terceiro colocado no ranking mundial por nação e líder do ranking individual com Henrique Avancini, o Brasil foi anunciado pela União Ciclística Internacional (UCI) nesta quinta-feira, 4 de fevereiro, como sede de uma das etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike Cross Country (XCO) e Short Track (XCC) entre os dias 8 e 10 de abril de 2022, em Petrópolis, Rio de Janeiro.

“A importância de trazer uma Copa do Mundo de uma modalidade olímpica para o Brasil é sem precedentes. Estamos todos muito felizes, foram meses de muita dedicação, enfrentando várias reuniões na União Ciclística Internacional e agora recebemos essa incrível notícia da aprovação”, destacou José Luiz Vasconcellos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

Segundo o presidente, a entidade já realizou mais de 10 eventos internacionais nos últimos 4 anos, entre eles, campeonatos mundiais, pan-americanos e diversos torneios continentais. Desta vez, será

Leia Também:  Intervenções já dão resultado e volume de água na planície da Baía de Chacororé aumenta

Será uma oportunidade única para mostrarmos a força do Mountain Bike brasileiro para o mundo inteiro. Não tenho dúvidas que iremos mais uma vez entregar o nosso melhor, dentro e fora da pista, deixando um grande legado para o nosso país, assim como fizemos no Mundial de Paraciclismo em 2018, que se tornou referência na UCI”, concluiu Vasconcellos.

O anúncio do Brasil como sede de uma das etapas da copa do mundo foi aguardado com muito entusiasmo. Foram vários meses de negociações, reuniões e muito trabalho entre a Confederação Brasileira de Ciclismo, a CIMTB e a UCI. A competição contribuirá diretamente para a continuidade do trabalho de desenvolvimento da modalidade, que hoje já conta com 19 provas válidas no ranking internacional do Mountain Bike.

COMENTE ABAIXO:

Esportes

EMHA Open Estadual de Tênis inicia nesta segunda-feira

Publicados

em

Por

EMHA Open de Tênis dá início em estadual de tênis nesta segunda-feira
O primeiro dia (segunda) contará com 31 partidas entre 17 e 23 horas

O Circuito Mato-grossense de Tênis 2021 terá o primeiro torneio iniciado nesta segunda-feira (01), o torneio EMHA Open de Tênis, nome dado em honra a patrocinadora, EMHA Construtora e Incorporadora, com a primeira rodada marcada para iniciar as 17h, na academia Tennis Company, em Cuiabá-MT, e seguirá até domingo (07.03), quando haverá as finais no período da manhã.O torneio de abertura EMHA Open de Tênis obteve 256 inscrições em Classes, mais cinco inscrições em Sênior (+55 anos) e falta fechar o período de inscrições para o infanto-juvenil, mas a previsão é de alcançar cerca de 25 inscrições nesse segmento e somar o total de mais ou menos 286 inscrições. É um resultado significativo se comparado com as aberturas de 2019 (184) e 2018 (157).

A 1ª Classe Pro é um dos principais atrativos, pois é a categoria onde jogam os professores de tênis e, portanto, tem maior nível técnico. E, neste torneio, conta com 14 tenistas. Com favoritismo para: Índio Nascimento (atual nº1 do estado – representante de Sorriso), Robson Nunes (lenda três vezes campeã – Cuiabá), Marvin Spiering (já pontuou na ATP – Sinop), Richard Gama (atleta profissional – CBA), Wesley Nunes (campeão 2018 – CBA) e Júlio Benegas (Sorriso).

Leia Também:  Copa Verde 2020: Cuiabá perde em Goiânia e se despede da competição

Além da categoria citada acima, a 1ª Classe Masculina e a 1ª Classe Feminina, entre outras, também geram confrontos de gerar tensão e fazer vibrar o coração do espectador. E alguns dos destaques são: Givanildo Almeida (quatro vezes campeão – Cuiabá), Mário Meira (CBA), Alef Lima (Primavera do Leste) e Rivaldo Barbosa (CBA) na masculina; e Carolina Beltramin (atual nº1 do estado – CBA), Debora Lemes (Tangará da Serra) e Danielle Storck (Tangará da Serra).

De acordo com a Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), o Circuito Mato-grossense de Tênis 2021 terá o total de 19 torneios, sendo 18 etapas classificatórias abertas à participação e a última fechada para apenas os oito classificados de cada categoria. E a competição circulará por onze clubes e academias e por oito cidades (Cuiabá, Sinop, Sorriso, Primavera do Leste, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Alto Araguaia e Rondonópolis).

Próximos Torneios

2ª Etapa – Ponto do Tennis, de 24 a 28/03, em Lucas do Rio Verde-MT;
3ª Etapa – Clube Monte Líbano, de 05 a 11/04, em Cuiabá;
4ª Etapa – Sinop Tênis Clube, de 21 a 25/04, em Sinop-MT;
5ª Etapa – AABB, de 28/04 a 02/05, em Alto Araguaia-MT;

Leia Também:  FMF divulga tabela detalhada da competição do Mato-grossense 2021

FMTT

A Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT) foi fundada, em 31 de março de 1979, com o objetivo de desenvolver as práticas das modalidades esportivas Tênis e Beach Tennis no Estado de Mato Grosso. E a diretoria (2018-2022) é composta pelo presidente, Rivaldo Barbosa, vice-presidente técnico, Bruno França, vice-presidente administrativo e de finanças, Maria do Carmo Mendes e pelo vice-presidente de relações esportivas, Joílson Borges. E a sede localiza-se no Clube Monte Líbano, em Cuiabá-MT.

texto e Foto: Junior Martins

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA