Tecnologia

Brasil: 40% dos jovens não conseguem ficar mais de um dia sem celular

Publicados

em

Jovens não conseguem ficar muito tempo longe do celular
Unsplash/Jenny Ueberberg

Jovens não conseguem ficar muito tempo longe do celular

Mais de 40% dos jovens brasileiros não conseguem ficar mais de um dia sem usar o celular. É o que revelou uma pesquisa feita pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) com 28.466 jovens de 15 a 29 anos.

Diante da pergunta “Você conseguiria ficar sem usar seu celular por quanto tempo?”, 40,87% dos jovens entrevistados responderam que não conseguiriam ficar mais de um dia sem acesso ao smartphone. Eles estão divididos da seguinte forma:

  • 27,13% conseguem ficar sem celular por no máximo 24h;
  • 10,58% conseguem ficar sem celular por no máximo 6h;
  • 3,16% conseguem ficar sem celular por no máximo 30 minutos.

O último número é o mais alarmante, pois mostra que uma parcela da população jovem brasileira apresenta sinais de vício no dispositivo eletrônico. “Muito do nosso cotidiano está vinculado ao celular, pois ele descomplicou diversas frentes e necessidades com inúmeros aplicativos gratuitos. Hoje, viver sem se tornou um grande desafio, pois a ferramenta auxilia o usuário em vários momentos”, analisa Gabriel Siqueira, facilitador de Treinamento do Nube.

Dentre todos os jovens entrevistados, 27,7% disseram ser tranquilo ficar sem o celular, afirmando que poderiam até parar de utilizar o dispositivo sem sentir falta. Já para 31,43%, a ausência do aparelho só é suportável por, no máximo, um final de semana prolongado.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:

Tecnologia

Xiaomi Mix Fold 2 pode trazer design do Z Fold 3 e câmeras Leica

Publicados

em

Por

Xiaomi Mix Fold 2 será o sucessor do Mi Mix Fold, visto na imagem
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mix Fold 2 será o sucessor do Mi Mix Fold, visto na imagem

A Xiaomi está se preparando para oficializar o Mix Fold 2, seu novo smartphone dobrável.  A fabricante chinesa confirmou que o aparelho será apresentado ao público nesta quinta-feira (11). O modelo, que chegará como sucessor natural do Mi Mix Fold, lançado em 2021, pode trazer especificações de ponta, incluindo câmeras com otimizações da Leica, 12 GB de RAM e processador Snapdragon 8+ Gen 1.

Em sua conta no Weibo, uma espécie de Twitter da China, a Xiaomi divulgou uma imagem do que parece ser a dobradiça metálica do smartphone.

O pôster não revela muitas informações, exceto que a empresa adotará câmeras com tecnologias da Leica e que, possivelmente, teremos um design semelhante ao do Galaxy Z Fold 3, com um dispositivo que se dobra para dentro.

O que esperar do Mix Fold 2

O novo dobrável da Xiaomi pode trazer uma tela externa AMOLED de 6,5 polegadas com resolução de 2520×1080 pixels, enquanto o display interno deve somar 8 polegadas — ambos com taxa de atualização de 120 Hz.

Por dentro, espera-se um processador Snapdragon 8+ Gen 1, aliado a 12 GB de RAM e 512 GB ou 1 TB de armazenamento interno.

Na traseira, a fabricante chinesa pode inserir três câmeras, sendo a principal Sony IMX766 de 50 megapixels com suporte à estabilização óptica de imagem, a secundária ultrawide de 13 megapixels e a terciária telefoto (resolução desconhecida) com zoom óptico de 2x.

Não há informações sobre a capacidade da bateria, mas considerando que o modelo anterior trouxe 5.020 mAh, a tendência é que a Xiaomi mantenha ou aumente esse valor. O carregamento rápido, por outro lado, deve ficar nos 67 watts de potência.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA