Política Estadual

Botelho visita Câmara de Cuiabá e defende ações conjuntas

Publicados

em


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), debateu sobre a importância da reabertura do cadastro biométrico em Mato Grosso, na quinta-feira (23), na Câmara Municipal de Cuiabá, durante visita de cortesia aos vereadores. O encontro também fortalece a harmonia entre os poderes, com foco às ações conjuntas em defesa da população.  

O cadastro biométrico é uma exigência da Justiça Eleitoral, que faz a coleta e a inclusão da impressão digital, assinatura e foto do eleitor, para serem usados na votação. De acordo com Botelho, Cuiabá e Várzea Grande perderam aproximadamente 150 mil eleitores, que deixaram de fazer a biometria.  

“Isso impacta muito na representatividade que a região vai ter nas próximas eleições. Se não recuperarmos isso, com certeza, vamos perder representatividade. Então, temos que começar essa luta e a Câmara de Cuiabá é muito importante que esteja junto. Temos que fazer uma luta conjunta, uma mobilização para que reabra o cadastro de biometria”, explicou o deputado.  

Leia Também:  Projeto de lei institui a "hora do colinho" na saúde pública mato-grossense

Botelho foi recepcionado pelo presidente da Casa, vereador Juca do Guaraná Filho (MDB), pelas vereadoras Michelly Alencar (DEM) e Maria Avallone (PSDB), e pelos vereadores Lilo Pinheiro (PDT), Kassio Coelho (Patriota), Sargento Vidal (PROS), Cezinha Nascimento (PSL), Luiz Fernando (Republicanos), Demilson Nogueira (Progressista), Wilson Kero Kero (Podemos), Chico 2000 (PL) e o procurador André Posetti.

Na oportunidade, Juca do Guaraná disse que a interação é importante para buscar soluções às principais demandas da região e que a Câmara está aberta para dialogar ações de interesses da Capital. “A visita do deputado Botelho foi muito importante para trabalharmos essa relação. O diálogo irá continuar para darmos andamento nas pautas discutidas”, comentou.

Botelho também visitou o plenário e mandou mensagem para a população. “É uma visita de cortesia. Estamos fazendo uma abertura para ter um contato maior, para fazermos algumas sessões em conjunto, audiências públicas, como já fizemos com o Senado Federal”.

Ressaltou a importância dos debates que envolvem Cuiabá e influenciam toda a baixada cuiabana, como é o caso da agricultura familiar, de ações no Rio Cuiabá e meio ambiente.  

Leia Também:  Lúdio Cabral requer explicações do governador sobre dinheiro público gasto em festa no Salto das Nuvens, em Tangará da Serra

“O diálogo é o melhor caminho. Assim, podemos construir bons projetos para Cuiabá, para Mato Grosso!”, afirmou, ao destacar que sempre teve uma relação muito boa com a Câmara de Cuiabá desde a época em que o seu irmão, Luiz Marinho, foi vereador por Cuiabá.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:

Política Estadual

Lúdio Cabral requer explicações do governador sobre dinheiro público gasto em festa no Salto das Nuvens, em Tangará da Serra

Publicados

em

Por


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) requereu ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e ao secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, informações e documentos sobre o apoio do governo estadual e o dinheiro público gasto na festa realizada na cachoeira Salto das Nuvens, em Tangará da Serra, na sexta-feira passada (15), no chamado “1º Encontro de Líderes e Empreendedores do Brasil”.

“Não haveria problema em realizar um seminário ou mesa-redonda para apresentar e debater o potencial de Mato Grosso para desenvolvimento econômico. Mas a informação que temos, de pessoas que estiveram no evento, é que o palestrante falou apenas 20 minutos, e o restante do tempo foi apenas festa. Uma festa milionária, um banquete regado a uísque, com show de cantores nacionais. A festa tem a marca do governo de Mato Grosso entre os apoiadores. O governo colocou dinheiro público nesse evento? Quanto de dinheiro público foi gasto com essa festa? São perguntas que fizemos no requerimento”, disse Lúdio.

Leia Também:  Vereadores criam frente parlamentar e pedem apoio de Botelho para investimentos

No requerimento aprovado na sessão de quarta-feira (20), Lúdio Cabral busca ter acesso às planilhas detalhadas dos gastos feitos pelo governo estadual, além das cópias dos processos de contratos, convênios, ou termos assinados pelo governo, e detalhamento das ações do governo e do dinheiro público gasto para realizar o evento na cachoeira Salto das Nuvens.

“Mato Grosso tem 3,5 milhões de habitantes, dos quais 2 milhões estão inscritos no Cadastro Único da Assistência Social, em situação de insegurança alimentar, e 500 mil pessoas abaixo da linha de pobreza, passando fome. Não tem lógica o governo estadual gastar dinheiro com uma festa como essa. É um desrespeito com a população de Mato Grosso, que ainda sofre com a pandemia de covid-19. O estado com a pior gestão do país na pandemia, a maior taxa de mortalidade, quase 14 mil famílias em luto por conta da covid-19, e o governador fazendo uma festa milionária como essa?”, destacou Lúdio.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA