Economia

Bolsonaro repete promessa de 2018 e diz que vai atualizar tabela do IR

Publicados

em

Bolsonaro promete reajustar tabela do IRPF
Antonio Cruz/Agência Brasil

Bolsonaro promete reajustar tabela do IRPF

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira (2) que, se reeleito, vai atualizar a tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em 2023. A medida é uma antiga promessa de campanha de Bolsonaro, feita ainda em 2018, mas que não foi cumprida.

“Havia compromisso nosso de mexer na tabela, sim, buscar uma atualização. Veio a pandemia, aí foi uma desgraça para a gente, assim como algumas coisas, não consegui botar para frente”, disse o presidente, em entrevista à Rádio Guaíba. “Já está conversado com o Paulo Guedes, vai ter atualização da tabela do Imposto de Renda para o próximo ano, está garantido já”, continuou. Ele ainda disse que seu “casamento” com o atual Ministro da Economia “não tem data de validade, é enquanto durar o mandato”.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Leia Também:  Entidades do setor produtivo criticam alta da Selic

Sobre o reajuste, Bolsonaro disse ainda não saber o percentual. “Mas vamos começar a recuperar isso aí. Porque está virando, na verdade, o imposto de renda, um redutor de renda, e não uma tabela. Então, tem razão, está acertado com o Paulo Guedes, já entra aqui na Lei de Diretrizes Orçamentárias essa questão de correção da tabela”, prometeu Bolsonaro.

Promessa não cumprida

Durante a campanha para as eleições de 2018, Bolsonaro prometeu que isentaria do IRPF todos os trabalhadores que ganhassem até 5 salários mínimos (na ocasião, pouco menos de R$ 5 mil). No final de 2019, o presidente mudou o discurso e disse que isentaria quem ganhasse até R$ 3 mil. Em 2020, com a chegada da pandemia de Covid-19, Bolsonaro deixou a proposta de lado.

Atualmente, a faixa salarial para isenção vai até R$ 1.903,98. Em todo o Brasil, somente 8 milhões de trabalhadores são isentos do pagamento – defasagem de 134,53%, de acordo com a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco).

Leia Também:  Moraes e Lewandowski convidam Bolsonaro para posse no TSE

A última correção da tabela do IRPF aconteceu no governo de Dilma Rousseff, em 2015. Segundo a Unafisco, se a tabela fosse corrigida de acordo com a inflação, a faixa de isenção atingiria salários de até R$ 4.465,35.


Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:

Economia

Mauro Mendes afirma pagar de forma integral o RGA 2022

Publicados

em

Por

JB News

Por Alisson Gonçalves

O governador de MT candidato a reeleição Mauro Mendes (UB), afirmou em entrevista nesta sexta-feira 12 Agosto, e afirmou  que vai pagar de forma integral o (RGA) Revisão Geral Anual referente a este ano 2022.

Segundo Mende, está proposta serve para valorizar mais o servidor público, e que o pagamento do (RGA) referente a este ano está previsto para janeiro de 2023.

Até então a data para o pagamento seria em maio, porém Mendes disse foi mudada a data de pagamento tudo com planejamento, outra afirmação do governador é que o pagamento do (RGA) deve acompanhar a inflação.

O RGA tem sido a briga dos servidores públicos com o Governo de MT, isso porque no ano de 2019 não foi pago o valor referente ao ano de 2018, isso porque o Tribunal de Contas do Estado de MT (TCE-MT), suspendeu o pagamento alegando o que estado de MT não teria atingidos todos os requisitos para fazer o pagamento.

Já no ano de 2020 e 2021, por conta da Covid-19, mais uma vez o servidor público ficou sem receber o RGA, apesar disso neste ano o governo fez reajuste de 7% nos salários dos servidores públicos, e agora faz compromisso de pagar integralmente e acompanhando a inflação o RGA em 2023.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Emprego e estágio em tecnologia: C6, Atos e outras têm vagas abertas
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA