Economia

Bolsonaro edita MP que suspende pagamento de salário por quatro meses sem prejuizo ao empregador

Publicados

em

JB NEWS

O presidente Jair  Bolsonaro editou, na noite de domingo 22, Medida Provisória 927 que permite suspensão por até quatro meses  de contratos de trabalho e salários, sem apresentar alternativa de renda aos trabalhadores.

A medida foi  tomada pelo presidente por conta da propagação do Coronavírus (COVID-19) no pais ,estabelece que acordo individuais estejam acima das leis trabalhistas neste momento.

A MP diz que o empregador pode suspender o contrato com seu funcionário  em até 4 meses sem prejuízo ao proprietario, e que o mesmo possa dar em contrapartida cursosa distância para  os funcionários sem prejuízo ao empregador.

A medida por Estado de Calamidade  foi publicado no Diário Ofial da União no final deste domingo.

Assista o vídeo e entenenda :👇

MP 927 BOLSONARO SUSPENDE SEU EMPREGO

BOLSONARO AUTORIZA QUE TRABALHADORES FIQUEM SEM SALÁRIO POR 4 MESES No Brasil, além de combater o coronavírus, temos que lutar contra outro grande inimigo da população. Bolsonaro editou, na noite de domingo, MP 927 que permite suspensão de contratos de trabalho e salários, sem apresentar alternativa de renda a esses trabalhadores. Inadmissível!#DesgovernoBolsonaro #MP927 #jairbolsonaro #coronavirusbrasil #antipovo #AfederaldeMT #ProfessoraRosaNeide Assista o vídeo e entenda ⬇️📲—————————————————————#WhatsDaRosa 📲🌸_acompanhe e contribua com o nosso mandato_⬇https://api.whatsapp.com/send?phone=5565999461313&text=

Posted by Professora Rosa Neide on Monday, 23 March 2020

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  1º Encontro "Empoderamento Feminino" acontece nesta sexta-feira
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Saiba as as regras de inscrição do Cadastro Único para ter o auxílio emergencial

Publicados

em

 

Entenda as regras de inscrição do Cadastro Único para ter o auxílio emergencial. O Cadastro Único é o instrumento que o governo usa para registrar e identificar as famílias brasileiras de baixa renda. Ele torna visível a população mais vulnerável, em todo o nosso território, e permite ao poder público conhecer suas necessidades. Por isso é importante manter o Cadastro atualizado, para que o governo conheça melhor as famílias e ofereça serviços sociais que contribuam para a melhoria da vida de todos.

O Cadastro é o primeiro passo para que os cidadãos possam ter acesso a vários programas sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família – PBF, o Benefício de Prestação Continuada – BPC, o Programa Cisternas, a Tarifa Social de Energia Elétrica, o Programa Minha Casa Minha Vida, a Bolsa Verde, entre outros. Além disso, ele também pode ser utilizado para a seleção de beneficiários de programas ofertados pelos governos estaduais, municipais e do Distrito Federal – DF. Mas vale lembrar que estar no Cadastro Único não significa a entrada automática nesses programas, pois cada um deles tem suas regras específicas.

Leia Também:  Jogos atrasados da 4ª rodada do Mato-grossense movimentam o sábado de Carnaval

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA