Nacional

Arquitetos e urbanistas de todo o Brasil estarão reunidos em Salvador na 43° ENSA

Publicados

em

Arquitetos e urbanistas de sindicatos de todo o Brasil estarão reunidos em Salvador (BA) entre os dias 28 de novembro e 1º de dezembro para discutir uma ampla pauta sobre os caminhos da profissão no país e seus desafios, considerando o cenário político-econômico que se desenha.

O debate vai movimentar os quatro dias do 43º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (Ensa). Entidades representativas da categoria em conjunto com a diretoria da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), que promove o evento, debaterão projetos para o futuro das cidades brasileiras, as relações de trabalho, sindicais, ações inclusivas em habitação, além de pensar as cidades brasileiras como espaços democráticos e acessíveis a todos. Além de discussões amplas, o 43º ENSA tem caráter eleitoral, e vai definir a gestão da FNA para os próximos três anos (2020-2022). A posse da nova diretoria eleita acontece no dia 30 de novembro, com início do exercício em janeiro de 2020.

O presidente da FNA, Cicero Alvarez, destaca que o encontro é fundamental para promover discussões sobre o momento atual, a profissão de arquiteto e urbanista, além de reconhecer a atuação exemplar de profissionais por meio da premiação. “O ENSA terá pautas importantes para a categoria e para a sociedade”, afirma Cicero.

Leia Também:  Registro de Cédula do Produto Rural agora é obrigatório

Para a vice-presidente da FNA, Eleonora Mascia, o ENSA, no atual contexto de resistência ao desmonte das políticas públicas e direitos trabalhistas, “é uma oportunidade de organizar a atuação dos arquitetos em um mundo com grandes desafios para alcançarmos desenvolvimento com sustentabilidade e justiça social”.

Durante a programação do encontro, no dia 30 de novembro, será entregue o 14º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano que destacará a trajetória de profissionais em duas categorias: Setor Público e Setor Privado. Serão laureados os arquitetos e urbanistas Olívia de Oliveira e Sergio Ekerman, na categoria Setor Privado, e Mário Mendonça de Oliveira, na categoria Setor Público. Outras quatro trajetórias – pessoais e de projetos – serão homenageadas no Prêmio FNA 2019: os arquitetos e urbanistas Gilson Paranhos, Flávio Tavares Brasileiro, além do Acervo Assis Reis e do Mestrado Profissional em Conservação e Restauração da UFBA.

A homenagem acontece no mesmo dia do lançamento do livro que marca os 40 anos da FNA. Escrito por Bruno Mello, ‘Memórias, Personagens, Lutas (1979-2019)’ faz um resgate da atuação da entidade ao longo das últimas quatro décadas.

Leia Também:  Neri Geller sai fortalecido e comemora eleição de Arthur Lira à presidência da Câmara Federal

Outros destaques da programação são as palestras voltadas também ao público externo. No dia 30/11, a partir das 9h, no Portobello Ondina Praia Hotel, os temas em foco serão a desregulamentação das relações de trabalho e as perspectivas de reorganização das formas de luta, a precarização do trabalho, além de palestras preparatórias ao UIA Rio2020, com foco em ATHIS e Mundo do Trabalho.

COMENTE ABAIXO:

Nacional

Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre de covid-19

Publicados

em

Por

A mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, Miguelina Eloi de Assis Moreira, 71 anos, morreu de vítima de covid-19 na noite deste sábado (20.fev.2021). Ela estava internada devido a complicações do coronavírus desde dezembro de 2020, no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre.

Pelo Twitter, em 21 de dezembro de 2020, o ex-jogador confirmou a internação da mãe e pediu “energias positivas” e “orações”.

“Queridos amigos, minha mãe está com covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe”, escreveu Ronaldinho Gaúcho.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Três motivos pelos quais todo profissional de comunicação deveria assistir o programa
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA