AGRONEGÓCIOS

Após período de estabilidade, preços dos ovos encerram mês de julho em queda

Publicados

em

Após um longo período de estabilidade, os preços dos ovos comerciais recuaram na última semana de julho. Os valores foram pressionados pela menor liquidez, gerada pela baixa demanda no período do fim de mês.

Além desse fator, o poder de compra limitado da população frente à elevada inflação também tem restringido o consumo de modo geral. Desse modo, muitos vendedores intensificaram os descontos nos últimos dias, a fim de garantir as vendas e evitar sobras de ovos na virada do mês. 

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Série A2 do Brasileiro Feminino define mata-mata e queda do Vasco

AGRONEGÓCIOS

Com baixa oferta, preços da laranja e lima ácida tahiti seguem em alta

Publicados

em

Por

Mesmo que a demanda não esteja tão aquecida, a oferta, no geral, está menor, e, com isso, os preços dos cítricos seguem em alta nesta semana. Como exemplo, no caso da laranja, os meses de seca acabaram reduzindo a qualidade das frutas que ainda estão nas árvores, fazendo com que elas não atinjam o padrão exigido pelo mercado e precisem ser redirecionadas às indústrias.  

Além desse fato, mais produtores têm priorizado os contratos com as processadoras. 

Na parcial desta semana (de segunda a quinta-feira), a laranja pera teve alta de 2,01% na comparação com o da semana anterior, fechando em R$ 35,71/cx de 40,8 kg, na árvore. Já a rubi, por sua vez, está sendo comercializada à média de R$ 30,08/cx, com aumento de 0,84% na mesma comparação.

No caso da lima ácida tahiti, como as valorizações semanais têm sido mais expressivas, na parcial desta semana a tahiti teve média de R$ 30,38/cx de 27 kg, colhida, elevação de 45,32% em comparação com a da semana passada. Para a fruta, a previsão é de que os preços continuem subindo de semana a semana, uma vez que não há expectativa de recuperação da oferta no curto prazo. 

Leia Também:  MP recomenda suspensão imediata do plantio de soja fora de época em MT

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA