Economia

ANTT volta a suspender linhas de ônibus da Itapemirim

Publicados

em

Itapemirim tem 30 dias para realizar viagens já compradas
Gabriel Araújo

Itapemirim tem 30 dias para realizar viagens já compradas

Na última terça-feira (26) a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) retomou a suspensão das linhas de ônibus comandadas pela empresa Itapemirim ao redor do país. A companhia de transporte passa por recuperação judicial desde 2016.

Em publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta de quinta-feira (28), a Superintendência de Fiscalização de Serviços de Transporte Rodoviário de Cargas e Passageiros da ANTT determinou que as viagens devem der suspensas. De acordo com o texto, a medida tem validade até “a decisão de mérito do Processo Administrativo Ordinário” ou até que a empresa apresente linhas que tenham frotas compatíveis com o regulamento da Agência.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

A Itapemirim podrá continuar com as viagens já vendidas por até 30 dias desde a data da publicação da portaria. Caso a medida seja descumprida pela empresa, a mesma será punida por multa.  

No fim de 2021, o braço aério da empresa ITA cancelou mais de 500 voos repentinamente e sem aviso aos passageiros, prejudicando milhares de passageiros pelo país. Em abril de 2022 a companhia já havia suspendido todas as operações por conta da ANTT para exigir recadastramento da frota diante do processo de recuperação judicial, porém a empresa recorreu a decisão e retomou as atividades. 

Foi aberto um pedido de falência da Itampemirim em junho deste ano pela EXM Partners, administradora judicial da companhia. Em petição aberta pelo grupo é dito que que o plano de recuperação judicial não está sendo cumprido e que as atividades atuais da empresa não justificam mais a preservação da marca. A empresa, hoje, opera em 19 estados ao redor do país. 

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:

Economia

Caixa lança espaço Caixa pra Elas

Publicados

em

Por

A Caixa lançou, nesta terça-feira (9) os espaços Caixa pra Elas. A presidente do banco público, Daniella Marques, esteve no programa A Voz do Brasil para detalhar como vão funcionar esses espaços. Foram treinadas 8 mil “embaixadoras” que atenderão as mulheres em 250 agências. Até o fim do mês serão mil espaços e, até o fim do ano, 4 mil agências contarão com a ação. A lista dos locais está disponível no site da Caixa e no programa Caixa Tem.

Segundo Daniella, a iniciativa está firmada em três pilares: o primeiro é a prevenção à violência contra a mulher. “A gente vai usar toda a nossa força de rede para estar difundindo e conscientizando mulheres, apoiando e orientando no combate à violência doméstica”, disse a presidente da Caixa. O segundo é promoção do empreendedorismo feminino, com oferta de crédito e orientação. O terceiro pilar são os produtos exclusivos para mulheres como seguro, previdência.

Auxílio Brasil

No mesmo dia do lançamento do Caixa pra Elas, a Caixa antecipou o calendário de pagamentos do novo Auxílio Brasil, no valor de R$ 600. “Dessas 20 milhões de famílias que são beneficiárias do Auxílio Brasil, dois terços são chefiadas por mulheres. Então são 15 milhões e meio de mulheres beneficiárias do auxílio”.

Leia Também:  Cocaína é apreendida em mochila de passageira de ônibus

De acordo com Daniella, a Caixa também fará uma campanha para que os beneficiários do Auxílio Brasil que trabalham informalmente montem seu próprio negócio. O banco atuará por meio de financiamento e capacitação oferecida em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No programa, a presidente da Caixa também falou sobre o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), o auxílio voltado para os caminhoneiros, entre outros assuntos.

Assista na íntegra:

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Economia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA