COVID-19

ANS inclui teste sorológico na cobertura dos planos de saúde

Publicados

em

Decisão passou a valer a partir de segunda-feira (29)

Assessoria | Procon-MT

Imagem ilustrativa – Foto por: Tchélo Figueiredo/Secom-MT
A | A

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) incluiu o teste sorológico para o novo Coronavírus na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde. A deliberação passou a valer a partir desta segunda-feira (29.06) e atende decisão judicial em Ação Civil Pública.

Conforme a ANS, os exames sorológicos – feitos com amostras de sangue, soro ou plasma – detectam a presença de anticorpos produzidos pelo organismo após exposição ao vírus.  Esse tipo de teste é indicado a partir do oitavo dia de início dos sintomas, pois a produção de anticorpos no organismo só ocorre depois de um período mínimo após a exposição ao vírus.

O procedimento passa a ter cobertura obrigatória para planos de saúde nas segmentações ambulatorial, hospitalar (com ou sem obstetrícia) e referência, nos casos em que o paciente apresente ou tenha apresentado um dos quadros clínicos de síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave.

Síndrome Gripal: quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.

Leia Também:  Prefeito de Nova Maringá distribuirá medicamento a toda população para prevenção da Covid-19

Síndrome Respiratória Aguda Grave: desconforto respiratório/dificuldade para respirar ou pressão persistente no tórax ou saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.

Leia aqui a Resolução da ANS.

*Com informações da ANS.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COVID-19

Municípios concordam e justiça mantém proibição por mais 7 dias em Cuiabá e Várzea Grande

Isolamento Social Obrigatório

Publicados

em

Municípios concordam em manter proibição por mais 07 dias em Cuiabá e VG.

Durante audiência de conciliação, realizada nesta quinta-feira (09), os municípios de Cuiabá e Várzea Grande concordaram em estender por mais sete dias a proibição do funcionamento de serviços não essenciais. O promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, por sua vez, defendeu a prorrogação por 14 dias, conforme determina o Decreto Estadual. O juiz ainda não decidiu sobre o requerimento do MPMT.

O MPMT argumenta que os municípios da área metropolitana da Capital ainda estão em situação de risco considerada “muito alta”, de acordo com os termos do decreto estadual Nº 522/2020. O índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é superior a 90% e ainda existe fila de espera por atendimento.

A decisão judicial que obrigou os municípios de Cuiabá e Várzea Grande, classificados como de Nível de Risco Muito Alto de disseminação da Covid-19, a manterem pelo prazo de 15 dias apenas serviços essenciais em funcionamento, foi proferida no dia 22 de junho. O prazo começou a contar a partir do dia 25 de junho e encerraria nesta quinta-feira (09).

Veja Aqui a Decisão:👇

Leia Também:  Municípios concordam e justiça mantém proibição por mais 7 dias em Cuiabá e Várzea Grande

09 – Decisão lindote

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA