Arquivos JB News 10 Anos

Alunos revivem memórias e aprendem sobre educação patrimonial na Casa de Bem Bem

Publicados

em

 

O passeio pelas histórias e memórias foi realizado na última quarta-feira (12) com organização da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

NAIARA LEONOR

Memórias afetivas são transformadoras. Transformaram em nostalgia positiva e conhecimento a visita técnica à Casa de Bem Bem para Edson Leite de Oliveira, de 14 anos. O passeio pelas histórias e memórias foi realizado na última quarta-feira (12), com organização da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

Edson, que é estudante do 8º ano da Escola Manoel Cavalcante Proença, localizada no bairro Tijucal, enquanto caminhava com o colega pela obra em restauração, olhava as paredes da casa feitas de argila e lembrava.

“Lembra muito a casa dos meus avós em Cáceres. Hoje ela não existe mais, se desfez com o tempo e sem cuidado. A casa do meu avô era quase igual essa, feita de argila com taquaras que compactavam, mas o piso era só de barro mesmo. É uma lembrança ótima. Lembrar como era e saber que existem muitas casas do mesmo jeito”, comentou o garoto Edson.

O plano é que um grupo de 15 pessoas, da sociedade civil, de organizações governamentais e não governamentais, estudantes de escolas públicos e/ou privadas, da imprensa, ou seja, qualquer pessoa interessada em aprender sobre valorização do patrimônio histórico possa acompanhar as obras de restauração da Casa de Bem Bem.

Leia Também:  Município de Chapada dos Guimarães burla ata de registro de preço e é acionado pela justiça

“Eu nunca tinha visitado um centro histórico, esse é o primeiro que eu visito. É sempre bom você saber da história da sua cidade, porque a gente estuda sobre isso e acaba conhecendo a nossa própria história também”, disse o estudante João Victor, de 15 anos.  

A experiência da visita será compartilhada com os demais alunos da escol a em forma de apresentações de trabalhos sobre educação patrimonial e cultura cuiabana.

“A experiência de vivenciar in loco a história cuiabana, de imaginar como é que foi a vivência das pessoas que viveram aqui na Casa de Bem Bem, valoriza ainda mais a história e faz com que os alunos voltem pra escola com a sensação de que eles podem aprender mais, que o ensino não se limita somente a sala de aula, que ir até os lugares, conhecer, valoriza ainda mais a aprendizagem”, explicou a coordenadora da escola, Marcela Brito.  

A visita é sempre realizada em quatro etapas: introdução a história da Casa de Bem Bem, esclarecimentos sobre o projeto de restauração e transparência pública, recuperação arqueológica e obras de restauro da casa. As palestras campais serão ministradas por equipe técnica da Secretaria Municipal de Cultura, Governo do Estado e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), composta de arquitetos, arqueólogos e especialista em projetos e execução de restauração de patrimônio histórico.

Leia Também:  Grupo Itaquerê entra com pedido de recuperação judicial

“Essa visita técnica para nós, leigos, e eu me incluo nisso, é um enriquecimento de conhecimento muito grande, faz com que a gente valorize ainda mais o trabalho de arquitetos, restauradores, de quem luta para recuperar e proteger os patrimônios históricos, faz com que a gente desperte para investir mais neste setor e entenda o porquê da defesa de que patrimônios como este continuem em pé, funcionando. E desperta mais o amor por uma cidade que tem 300 anos, que tem uma história toda construída e que a gente não pode descartar sem respeitar toda sua história”, declarou o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo.

Para se inscrever, basta preencher o formulário com dados pessoais e entregar na Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo ou enviar para o email: alessandra.barbosa@cuiaba.mt.gov.br. Mais informações pelo telefone (65) 3617-1261.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Agências de publicidade de MT auxiliam no processo de captação de recursos

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA