POLITICA

Alta Cúpula diz que “candidatura” de Emanuelzinho em VG é só para tirar o foco do pai, em Cuiabá

Balão de Ensaio

Publicados

em

Balão de Ensaio

Um membro da alta cúpula politica em Várzea Grande, revelou ao JB News, a possibilidade do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, (PTB), ser candidato a prefeito em Várzea Grande nas eleições deste ano é praticamente zero.
Para o líder várzea-grandense, as noticias ventiladas que estão sendo dada como certo, o nome do deputado federal para concorrer a prefeito da cidade industrial, nada mais é do que tentar tirar o foco do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), em Cuiabá.
Emanuel Pinheiro vem sofrendo grande desgaste por conta das inúmeras denúncias, questionamentos e até mesmo CPI que joga suspeita sobre sua administração. “E diante deste quadro negativo que enfrenta o prefeito da capital, a melhor saída foi jogar o filho como pré- candidato em Várzea Grande,para que  o foco mude de lado, e Emanuel possa tentar articular sua reeleição em Cuiabá com mais tranquilidade”, diz a fonte.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MP manda Misael Galvão suspender imediatamente efeitos da posse de “Ralf Leite”
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLITICA

Chamado de quadrilheiro e lider do “PCC”, Wallace Guimarães volta ao MDB para apoiar Kalil Baracat e José Hazama

Publicados

em

JB News

 

O ex-prefeito de Várzea Grande, foi cassado em 2015 por conta de gastos ilícitos nas eleições, em 2012. E estava filiado ao Partido Verde até poucos dias, antes das convenções municipais, onde também teve sua pré-candidatura cassada pelos filiados do Partido, que rejeitou uma possível candidatura a prefeito de VG. Agora, Wallace embarca no mesmo grupo que o tirou da prefeitura, em 2015.
A informação foi dada pelo próprio Wallace nas suas redes sociais, nesta segunda-feira (21.09). Ele que teve o mandato de prefeito cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), a pedido da oposição, feito pelo então na época, ex-senador Jayme Campos, e que gritava em alto bom som para toda população mato-grossense, que Wallace havia instalado um grupo de saqueadores e bandidos, o qual se referia por várias vezes, ao ex-prefeito, e que ele fazia parte do Primeiro Comando da Capital (PCC), elementos que são ligados ao tráfico de drogas e assassinatos no Estado e pelo Brasil.
Wallace retorna ao MDB para apoiar Kalil Baracat e José Hazama, vice-prefeito de Lucimar Campos e que agora compõe a chapa, novamente no mesmo cargo, de vice-prefeito de Kalil Baracat. Wallace Guimarães aparece nas pesquisas com pouco mais de 3,2% e com uma rejeição de mais de 70%, conforme várias pesquisas realizadas e divulgadas para as eleições municipais deste ano, marcadas para os dias 15 e 29 de novembro, por conta da pandemia do COVID-19.

Leia Também:  PV retira candidatura de Wallace Guimarães e fecha apoio à Flávio Vargas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA