Arquivos JB News 10 Anos

Águas termais proporcionam alívio no clima seco e baixa umidade do ar

Publicados

em

 

 

Balneários de águas termais são ótimas opções para turistas que procuram amenizar os efeitos do clima seco nessa época do ano, principalmente neste mês de setembro em Mato Grosso, um dos piores em termos de problemas respiratórios pelas queimadas e baixa umidade do ar.


Conhecidas pelas propriedades medicinais, as águas termais estão espalhadas por várias regiões no Estado, em especial nos municípios de Santo Antônio de Leverger, em especial no Parque Estadual das Águas Quentes, Juscimeira, Rondonópolis, Poxoréu e  Primavera do Leste. 

Dentre os benefícios das águas termais estão a melhora do sistema respiratório devido o vapor liberado que funciona como um filtro natural e proporciona efeito descongestionante para os incômodos provocados por gripes, resfriados e rinite alérgica, além de relaxar membros e aliviar dores reumáticas, auxiliar na pressão arterial e amenizar o cansaço físico e mental.

Criado em 1978, o Parque Estadual Águas Quentes, administrado pela Rede de Hotéis Mato Grosso, foi a primeira unidade de conservação de Mato Grosso a ter uma estrutura de pousada e piscinas termais naturais. O hotel fica na região da Serra de São Vicente, a cerca de 85 km de Cuiabá.

A curiosidade do turista fica por conta do fenômeno natural que provoca o surgimento das águas quentinhas e com propriedades medicinais. “As águas termais são águas de chuvas que penetram no solo chegando à superfície com temperatura muito elevada e profundidade entre 1.500 a 3 mil metros”, explica o gestor ambiental Joab Almeida Silva, mestre em recursos hídricos.

O especialista afirma que rochas mineralizadas fazem pressão sobre as águas, que quando sobem, não tem tempo de resfriar e ficam aquecidas pelo fenômeno denominado de gradiente geotérmico. “As águas que não escoam para rios, lagos ou oceanos, ficam confinadas em aquíferos, que pelo contato com as rochas quentes, também vão ganhando pressão. Se houver rachadura nas rochas, ela encontra esse caminho e escapa depressa para o topo, perdendo um pouco do calor, formando assim a fonte de água termal”, esclarece Joab.

Na região das Águas Quentes, os visitantes podem conhecer e desfrutar de quatro piscinas naturais de águas termais de origem subterrânea, com fontes que variam entre 33 a 42 graus. “Com a infiltração da água da chuva no topo da Serra de São Vicente, a água quente sofre uma pressão muito grande e aflora pelas fraturas das rochas”, reforça o especialista. 

O Hotel Mato Grosso Águas Quentes está localizado no km 77 da BR-364, na Serra de São Vicente, em Santo Antônio do Leverger. Para mais informações acesse: www.hotelmt.com.br.

Fotos: Assessoria


COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vereador pede anulação das multas aplicadas em avenida mal sinalizada de Cuiabá

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Inscrições para o concurso de Rei e Rainha do Carnaval 2014 podem ser feitas até o dia 10

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA