CUIABÁ

Abílio Jr e Emanuel Pinheiro participam às 21h30 de debate na TVCA

Publicados

em

Foto TVCA

JB News

Por Denise Niederauer

Os candidatos Abílio Jr (Podemos) e Emanuel Pinheiro (PMDB), participam nesta sexta-feira (29.11) do último debate entre os candidatos à prefeitura de Cuiabá nesse segundo turno, realizado pela TV Centro América, antes das eleições deste domingo (29.11).
O confronto entre os candidatos será mediado pela jornalista Luzimar Collares, e os dois candidatos confirmaram presença.

A mediadora terá o papel de conduzir o debate, de acordo com as regras estabelecidas.
O debate terá a duração de uma hora.

A transmissão começa às 21h30 logo após o capítulo da novela “Força do Querer”.

REGRAS DO DEBATE

O debate terá três blocos: o primeiro e o terceiro com temas livres, e o segundo, com temas determinados por sorteio.

As perguntas serão feitas sempre de candidato para candidato.

Os candidatos terão 30 segundos para perguntas; um minuto e meio para respostas, um minuto para réplicas e 45 segundos para tréplicas.

No bloco com temas determinados, a mediadora vai sortear o tema a ser abordado.

No terceiro bloco, cada candidato também fará suas considerações finais.

Medidas de biossegurança.

Os candidatos e equipes devem seguir todos os protocolos de prevenção à Covid-19 adotados pela emissora durante a pandemia da Covid-19.

Leia Também:  Cuiabá não entrega doses e vacinação dos profissionais da segurança foi suspensa; outros 140 municípios já iniciaram aplicação das doses A vacinação dos 1,6 mil agentes

Antes de entrarem na emissora, candidatos e assessores terão a temperatura aferida e somente poderão ingressar nas dependências da empresa se estiverem com a temperatura igual ou inferior a 37,5 graus;

Candidatos e assessores deverão usar máscaras e permanecer com elas durante o tempo que estiverem compartilhando espaços comuns, enquanto permanecerem nas dependências da emissora;

O candidato pode retirar a máscara enquanto estiver ao vivo, participando do debate. Assim como o mediador do debate;

Assessores e candidatos deverão recolocar a máscara, nos intervalos, quando se encontrarem para troca de informações.

Direito de resposta

Se um candidato citar um adversário de modo ofensivo, o candidato ofendido pode solicitar direito de resposta. Para isso, no momento da ofensa, deve levantar em silêncio a mão. Esse será o sinal de que está solicitando direito de resposta. Assim que perceber que foi notado pelo mediador, deve abaixar a mão e aguardar. A produção poderá conceder 1 minuto para que ele responda as ofensas. O ofendido deve se manter dentro do tema.

Caberá ao mediador, auxiliado pela produção, conceder ou não, o direito de resposta. Se possível, o direito será concedido na hora, mas a decisão poderá demorar alguns minutos. O direito de resposta se limita a ofensas no campo moral e não a avaliações negativas sobre propostas de governo ou desempenho administrativo.

Leia Também:  Vereador Luiz Fernando tem quatro projetos de leis aprovados pela CCJR

PRIMEIRO TURNO

Abílio Jr obteve 90.631 votos (33,72% dos votos válidos), contra 82.367 (30,64%) votos recebidos por Emanuel Pinheiro.
Foram 83.236 abstenções (22,01% do total do eleitorado), 9.881 votos brancos e 16.169 votos nulos.

Mediação

A editora-chefe e apresentadora do MT2 Luzimar Collares, profissional referência do jornalismo em Mato Grosso, há 21 anos na TVCA, se destacou ao participar da comemoração dos 50 anos do JN em 2019, representando com maestria MT, ao apresentar o Jornal Nacional com competência, simpatia e segurança habitual. E, também já apresentou todos os jornais da TVCA, está todas as manhãs no Jornal Primeira Página, da Rádio Centro América FM, e também foi mediadora em debates em outros Estados.

Acompanhe o Debate da TV Centro América pelo link:👇

https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Requalificação da Rodovia Palmiro Paes de Barros entra na fase final

Publicados

em

Por

Carolina Miranda

As obras de recuperação completa da malha viária do trecho urbano da Rodovia Palmiro Paes de Barros já está na fase de conclusão dos trabalhos. Ao longo da rodovia foram colocadas faixas informativas, visando chamar a atenção do condutor sobre a necessidade de maior cuidado ao transitar pela região.

Os serviços,  que são executados pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), contemplam o recapeamento da via, sinalização horizontal e vertical, faixas de pedestre, ciclo-faixa – desde o início da Rodovia, ao longo da Fernando Côrrea até o cemitério Parque Bom Jesus no bairro Parque Cuiabá. Também é executada a  implantação de quinze novos abrigos de ônibus, seguindo os novos moldes na estrutura.

Nessa semana, são finalizadas pela equipe técnica da Diretoria de Engenharia a parte das calçadas e meio fio. A obra totaliza uma extensão de  oito quilômetros. O secretário municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, lembra que a pasta vem desenvolvendo projetos de melhoria na infraestrutura viária de Cuiabá, principalmente nas vias que possuem pavimentação antigas.

Leia Também:  Dr. Luiz Fernando solicita que município trate pacientes com sequelas da covid

“A Palmiro é uma delas, assim como as avenidas Fernando Corrêa da Costa, Dante Martins de Oliveira, entre outras que já foram entregues, fazem parte do plano de trabalho da gestão Emanuel Pinheiro em fazer a requalificação completa, melhorando não só a pista e a sinalização, mas também a iluminação, que é extremamente importante para um trânsito mais seguro”, assegurou o secretário.

A requalificação da Palmiro Paes de Barros é mais uma obra executada pela Prefeitura de Cuiabá, com o apoio da atuação do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho.

Iniciado em novembro do ano passado pela Prefeitura de Cuiabá, o trabalho de requalificação da Rodovia Palmiro Paes de Barros conta também com a melhoria no sistema de iluminação pública ao longo do trecho urbano da via. Essa é uma atividade coordenada pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb).

Foto- Luiz Alves- Secom

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA