EDUCAÇÃO

A escola pós-pandemia: nunca mais seremos os mesmos?

Publicados

em

*Ivete Barros

 

 

Sou psicopedagoga há quase quatro décadas. Tenho experiência tanto em escolas públicas quanto nas particulares. Também adquiri, ao longo deste tempo, conhecimentos diversos, como o ensino aos alunos especiais, e fui desafiada inúmeras vezes ao longo da minha carreira, sejam pelos próprios alunos, por seus pais ou pelas gestões de ensino. Ainda assim, durante todo este tempo, nunca havia vivido uma pandemia como a do novo coronavírus (COVID-19).

Acredito que o momento que estamos passando é, para diversos de nós e, principalmente, para algumas profissões, uma grande incógnita. Muitos falam sentir saudades do “antes da pandemia”. O questionamento que faço, no entanto, é: estávamos no caminho certo?

No que tange às nossas crianças, estávamos dando a atenção correta? É claro que não desejávamos algo como uma pandemia, quase que descontrolável e que atinge nosso país nas frentes sanitária, econômica e social. O confinamento, no entanto, nos obrigou a olharmos para nós mesmos e para a forma que estamos nos relacionando com nossos filhos, colegas de trabalho e amigos. O isolamento nos obrigou, também, a traçar estratégias para continuarmos seguindo, apesar de tudo.

Leia Também: 

Na escola que conduzo, o Educandário Jardim das Goiabeiras, em Cuiabá, tive que, ao lado do meu corpo docente, desenvolver e criar atividades para que os pais ajudem seus filhos a continuarem estudando em casa. Primeiro, fizemos o ‘pegue e leve’, em que o material de apoio dos estudos da semana é entregue na porta da escola para os responsáveis. Tudo é devidamente higienizado antes e sugerimos que seja também ao chegar em casa.

A lousa, agora, é uma tela de tablete, notebook ou celular. Não existe mais uma sala de aula repleta de alunos, senão, por vezes, um espaço improvisado em casa.

Sabemos que todos, em maior ou menor grau, sofrem pelas mudanças. Mas é preciso entender exatamente isso: nunca mais seremos os mesmos. Para que o resultado final seja positivo, porém, precisamos que todos entendam que agir de forma colaborativa é mais do que nunca necessário.

As armas para enfrentar não apenas o coronavírus, mas tudo que ele nos trouxe, são coragem, lucidez e empatia. As atitudes corretas e o respeito à comunidade refletem diretamente no controle do vírus.

Leia Também:  O standard de provas na decisão de pronúncia e as informações do inquérito policial

Invisível a olho nu, o coronavírus mudou completamente a nossa rotina. E ainda deve trazer outras mudanças estruturais nas escolas. E o que faremos? Nos reinventaremos, como já temos feito. Até lá, cuide das pessoas a sua volta. Mas prepare-se para novos tempos.

*Ivete Barros é psicopedagoga em Cuiabá 

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EDUCAÇÃO

Os desafios da Educação

Publicados

em

Corte de Contas promove live sobre os desafios da Educação em MT nesta quinta-feira, 9

A Escola Superior de Contas do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) promove, às 10h desta quinta-feira (9), a live “Os desafios da Educação em MT”, com a participação da secretária estadual de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, do reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Evandro Soares, e do procurador do Ministério Público de Contas (MPC) Gustavo Coelho Deschamps.
Instrumento de esclarecimento da sociedade e de contribuição para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a conversa virtual ao vivo terá início com as boas-vindas do supervisor da Escola Superior de Contas, conselheiro Luiz Henrique Lima, e será mediada pela Secretaria de Comunicação.
Para acompanhar basta acessar o canal do TCE Mato Grosso no YouTube ou o perfil no Facebook.
Lives do TCE-MT
A primeira live promovida pela Corte de Contas teve como tema “O TCE-MT cooperando no combate à pandemia” e contou com a participação de auditores públicos externos da Corte de Contas.
Realizada com o presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, e o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a segunda conversa vitural debateu a saúde pública de Mato Grosso no enfrentamento à Covid-19.
Com o tema “Transparência e Controle Social”, a terceira live foi protagonizada pelo procurador-geral de Contas do Ministério Público de Contas (MPC), Alisson Carvalho de Alencar, e pela secretária de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania do TCE-MT, Cassyra L. Vuolo.
Já a quarta, contou com a participação dos presidentes do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, e da Associação Mato Grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, e teve como tema “A Assembleia Legislativa e o TCE-MT no enfrentamento à emergência de saúde pública”.
Todos os vídeos estão disponíveis no canal do TCE Mato Grosso no YouTube.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Nova Lei do Delivery começa a valer a partir deste mês em Cuiabá
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA