CUIABÁ

Deputado discute com prefeito alternativas para manter carroceiros em Cuiabá

Publicados

em

TRAÇÃO ANIMAL

Wilson Santos intermediou diálogo de categoria com Emanuel Pinheiro que se comprometeu em auxiliar trabalhadores

Com o propósito de aperfeiçoar a legislação municipal já em vigência que proíbe a circulação de veículos com tração animal, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) intermediou na tarde desta quinta-feira (30) uma reunião dos membros da Associação dos Carroceiros, da grande região do CPA, com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

Em janeiro deste ano, a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou uma mensagem de autoria do Executivo que proíbe o uso de animais como cavalos e jumentos para puxar carroças.

Trabalhadores que se dedicam diariamente a carroceria, temendo a impossibilidade de trabalhar que afeta diretamente a renda familiar, entraram em contato com o deputado Wilson Santos em busca de apoio.

Inicialmente, o parlamentar atendeu-os no auditório Milton Figueiredo na sede da Assembleia Legislativa para discutir a demanda da categoria e as dificuldades impactadas com a legislação municipal.

Em seguida, partiram em direção ao Palácio Alencastro onde foram recebidos pelo prefeito Emanuel Pinheiro. Lá, o prefeito informou que está aberto ao diálogo para aperfeiçoar a gestão municipal e pediu a categoria dos carroceiros que mantenha proximidade com o deputado Wilson Santos para apresentar as propostas.

Leia Também:  “Cuiabá não pode parar e não vai parar”, assegura José Roberto Stopa

“Jamais faria algo para prejudicar essa classe trabalhadora. Peço a categoria que tenha o deputado Wilson Santos como parceiro e apresente o que pode ser aperfeiçoado na lei municipal. Pela experiência como vereador, ex-prefeito e deputado, pode perfeitamente contribuir com o município”, disse.

O deputado Wilson Santos, por sua vez, se colocou a disposição para auxiliar no que for necessário. “São trabalhadores simples que não podem ser sacrificados pela legislação municipal. Vou manter diálogo com a categoria para identificar o que pode ser feito pela preservação da atividade em conciliação com as regras de respeito aos animais”, disse.

A presidente da Associação dos Carroceiros, Odiena Gonçalves, destacou a necessidade de manter a atividade que é a única fonte de renda de muitos trabalhadores.

“A maioria são analfabetos que não sabem escrever o próprio nome. São chefes de família que se submetem a transportar entulhos e a condições de trabalho precárias para obter renda”, disse.

Trabalhando com carroceria há mais de 40 anos, José Fernandes Pimenta, contou que não sabe o que fazer da vida se ficar proibido de transportar entulhos para garantir renda.

Leia Também:  Decisão dos deputados representa respeito à história", diz Juca sobre homenagem a Vicente Vuolo

“Minha família tem 8 pessoas. Sou aposentado com um salário mínimo e minha única oportunidade de ganhar um pouco mais de dinheiro é com a utilização da charrete. Quero manter meu emprego. Espero que tudo dê certo”, destacou.

Enquanto prefeito de Cuiabá, Wilson Santos foi o responsável pela criação dos Ecopontos. Trata-se de terrenos prontos para receber o lixo reciclável e abrigar restos de construção, alimentos, papel, eletrodomésticos, animais mortos e pneus. A medida permitiu, por exemplo, que esses materiais fossem jogados nas lagoas existentes em Cuiabá e prejudicasse ainda mais o meio ambiente.

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

Publicados

em

Por

O processo licitatório nº 044/2021 está em andamento e deve ser finalizado ainda este ano
BRUNO VICENTE

Luiz Alves

 

Além de construir nova pavimentação em locais que ainda não possuem essa infraestrutura, a gestão Emanuel Pinheiro também possui a constante preocupação com a manutenção das vias que já são asfaltadas. Nesse sentido, a Prefeitura de Cuiabá está realizando um processo licitatório para contratação de empresa que executará diversos serviços de melhoria no sistema viário urbano da Capital.

Para que toda a cidade seja beneficiada de forma equivalente, a concorrência nº 044/2021 está dividida em quatro lotes, sendo o primeiro para a região Leste, o segundo para a Norte, o terceiro para a Oeste, e o quarto para a região Sul. Entre os serviços que devem ser executados estão: recapeamento; remendo profundo; tapa-buraco; recuperação de tubulação de drenagem, de bocas de lobo e poços de visita.

A licitação prevê um investimento de mais de R$ 193 milhões e superou a fase de habilitação com 14 empresas aptas, seguindo os critérios estabelecidos no edital montado pela Secretaria de Obras Públicas em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos. Agora, será feita a avaliação da qualificação técnica das classificadas e, posteriormente, abertura das propostas e anúncio das vencedoras.

Leia Também:  Max Russi homenageia vítimas de Covid e reforça atuação em Jaciara: 17 mi já foram destinados

“Os contratos firmados a partir de licitação serão executados em um período de dois anos e seis meses. Nesta semana alcançamos a histórica marca de mais de 300 quilômetros de pavimentação construída, fruto de um trabalho planejado e contínuo. O que queremos é seguir ampliando essa melhoria, garantindo a manutenção das vias e seu bom estado de uso”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Conforme a justificava apresentada pela Secretaria de Obras Públicas no edital, uma boa pavimentação tem a função de melhorar a trafegabilidade, proporcionando ao condutor mais conforto, segurança e também economia aos cofres públicos. Além disso, destaca que por conta dos desgastes naturais, após anos de uso, as vias necessitam de recuperação com execução de tapa buraco, recapeamento asfáltico, drenagem e outras ações pertinentes.

“A manutenção e melhorias das avenidas e ruas indicadas pela ação, proporcionará maior durabilidade do pavimento, maior rapidez do trânsito de veículos coletivos e particulares, gerando inserção da comunidade e os bairros, além de fomentar o desenvolvimento econômico das atividades formais e informais, a fim de suscitar empregos e, consequentemente, melhorar a renda da população”, diz trecho do edital.

Leia Também:  Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

MAIS AVANÇOS

Para o próximo ano, a Prefeitura de Cuiabá também já tem novas obras previstas, em especial para a Avenida Miguel Sutil.

O planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é construir na avenida mais dois viadutos e uma trincheira, iniciado a partir de abril, mês de comemoração aos 303 anos da Capital. As obras serão executadas em pontos considerados grandes gargalos no trânsito da região.

Os viadutos serão edificados na rotatória de acesso ao Centro de Eventos do Pantanal e no trevo do Santa Rosa, ligando as avenidas Lava Pés e Antártica. A última obra é a construção da Trincheira do Círculo Militar, orçada em R$ 62 milhões e já que já está com o projeto protocolado no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e conta agora com o apoio do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) para dar andamento no processo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA