Arquivos JB News 10 Anos

7 indústrias são habilitadas a exportar para carne para a China

Publicados

em

 

Mato Grosso passa de 1 para 7 indústrias habilitadas a exportar para a China

A China anunciou a habilitação de mais 25 indústrias de carnes brasileiras para exportação ao país nesta segunda-feira (09) de acordo com o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Das plantas habilitadas, 17 são de carne bovina, das quais seis estão instaladas em Mato Grosso. Para o Instituto Mato-Grossense da Carne (IMAC), que desde o ano passado trabalha  juntamente com as indústrias, os produtores e os governos federal e estadual para a concretização deste processo, a autorização permitirá que o estado amplie o comércio de carne bovina com o maior país mundo e deverá ter impacto direto na geração de renda no campo e emprego nos municípios.

Com o anúncio, Mato Grosso passa de uma para sete unidades frigoríficas exportadoras de carne bovina para a China. Foi anunciada a habilitação dos Serviços de Inspeção Federal (SIFs) número 411 – Redentor de Guarantã do Norte; 1751 – Marfrig de Tangará da Serra; 1811 – Naturafrig de Barra do Bugres; 2015 – Marfrig de Várzea Grande; 3941 – Agra de Rondonópolis e 4490 – Vale Grande de Matupá. Até então, somente a unidade do grupo JBS de Barra do Garças era autorizada para exportar à China.

Leia Também:  Imóveis avaliados em R$ 18 milhões do Grupo Modelo vão a leilão

O presidente do IMAC, Guilherme Linares Nolasco, lembra que este processo teve início no ano passado, com visitas de técnicos chineses às plantas frigoríficas no Estado e de representantes do governo brasileiro à China.

“O Mapa vem desde o ano passado negociando com o governo chinês as adequações necessárias para a habilitação de mais unidades frigoríficas brasileiras. Este ano, durante a feiral de SIAL, mais uma rodada de conversa foi realizada para que todas as exigências fossem atendidas. Um trabalho realizado por muitos agentes públicos e privados que deverá intensificar o comércio da nossa carne”.

Entre 2018 e 2019, o IMAC realizou duas missões para a China juntamente com o Mapa e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e também firmou, em setembro do ano passado, um protocolo de intenções com o NBCIC (National Beef Cattle Improvement Center), o Centro Nacional de Desenvolvimento da Carne na China. O documento visou a conjugação de esforços para o desenvolvimento de estudos e pesquisas para o aprimoramento da produção de bovinos chineses e habilitação de plantas frigoríficas para o aumento das exportações de carne bovina de Mato Grosso.

Leia Também:  O verdadeiro e o falso Castelo Branco

“É objetivo do IMAC promover a carne de Mato Grosso no mercado interno e externo, dando apoio às indústrias e aos produtores e como suporte ao governo do Estado em ações estratégicas de mercado e de desenvolvimento tecnológico da cadeia da carne”, afirma Guilherme Nolasco, presidente do IMAC.

CHINA – Este ano, Mato Grosso já exportou o equivalente a US$ 97,105 milhões em carne bovina para a China, 13% do total exportado pelo estado nos primeiros oito meses deste ano em valores. Em volume, a participação chinesa este ano foi de 10%, com 19,53 mil toneladas de carne bovina (congelada) de um total de 193 mil toneladas de carne bovina exportada (congelada e resfriada).

— 
Laís Costa Marques
COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  O verdadeiro e o falso Castelo Branco

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA