Tecnologia

5G chega a São Paulo nesta quinta-feira; 25% da cidade está coberta

Publicados

em

5G já está disponível em São Paulo
Unsplash/Rob Hampson

5G já está disponível em São Paulo

A quinta geração da internet móvel, o 5G, estreia em São Paulo, a maior cidade do país, nesta quinta-feira (4). Os paulistanos poderão navegar na internet a até 1 gigabit por segundo, velocidade 100 vezes maior do que a da atual rede 4G.

São Paulo será a quinta cidade do país a ter a nova geração da telefonia, após Brasília , Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa . Mas, por enquanto, a velocidade máxima só será alcançada em alguns pontos da capital paulista.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o 5G em São Paulo vai começar com 25% da área urbana coberta, com destaque para a parte central da cidade, entre as marginais, sobretudo em Itaim Bibi, Jardim Paulista e Paraíso.

São 462 antenas já aptas ao funcionamento. O número, porém, deve crescer nas próximas semanas. Entre autorizações e em fase de implementação, o total de antenas sobe para 1.378, quase o triplo do mínimo exigido.

“A chegada do 5G em São Paulo tem uma grande importância, pois é a maior economia do país, o que tende a estimular o uso de novas aplicações”, destacou Moisés Queiroz, conselheiro da Anatel e presidente do Gaispi, grupo responsável por acompanhar a instalação da nova rede 5G.

Leia Também:  Ceará e São Paulo duelam por vaga para as semifinais da Sul-Americana

Desde que estreou em Brasília, a velocidade média do 5G puro tem ficado, segundo as operadoras, entre 300 megabits e 400 megabits por segundo. A velocidade máxima de 1 gigabit por segundo vem sendo constatada em “momentos de pico”.

Ainda que não chegue ao máximo possível, é uma velocidade média bem maior do que o chamado 5G DSS, tecnologia que combina frequências usadas no 4G para oferecer velocidades maiores a aparelhos celulares aptos ao 5G.

Nos últimos meses, vários aparelhos de celular que aparecem como 5G, na prática, oferecem essa tecnologia DSS, cuja velocidade média vem oscilando entre 40 megabits e 60 megabits por segundo, dizem as operadoras. Já o 4G atual tem velocidade entre 20 megabits e 40 megabits por segundo.

Segundo a Anatel, São Paulo tem hoje 4.592 antenas somando todas as tecnologias.

Como saber se o celular está no 5G puro

Como os paulistanos — e os brasileiros das capitais onde as antenas de 5G já estão funcionando — poderão saber se o seu aparelho de celular está, de fato, rodando na rede pura da quinta geração de telefonia?

Leia Também:  CEO do Telegram culpa Apple por demora em atualização 'revolucionária'

Há vários aplicativos que medem a velocidade de navegação no celular para atestar se, de fato, o aparelho está no 5G standalone.

Além disso, para desfrutar da tecnologia, será preciso contratar novos planos e, em alguns casos, trocar o chip do aparelho de celular.

Até 31 de agosto, todas as capitais do Brasil terão a nova rede 5G, exceto Manaus e Belém.

De acordo com o conselheiro da Anatel, a instalação das redes 5G em todas as capitais está acima do estabelecido no edital do 5G.

Em Brasília, o obrigatório eram 114 antenas e já foram instaladas 334. O mesmo ocorreu em João Pessoa (66% a mais), Belo Horizonte (63% a mais) e Porto Alegre (80% a mais). Ao todo, essas quatro cidades contam com 517 antenas. “Isso ocorre por conta da competição”, afirmou ele.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:

Tecnologia

Como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music

Publicados

em

Por

Veja como transferir as playlists
Tecnoblog

Veja como transferir as playlists

Migrar para outro serviço de streaming não precisa ser tão trabalhoso quanto se pensa. Com ajuda de alguns sites e aplicativos, você pode fazer isso sem ter que criar todas as suas listas de novo. Veja a seguir como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music sem muito esforço.

Antes de começar, é válido destacar que em qualquer um dos serviços usados para a migração, as músicas de uma plataforma podem não fazer parte do catálogo da outra. Neste caso, estas faixas serão ignoradas e não serão listadas no novo streaming.

Não é possível realizar a migração de playlists entre serviços de streaming de forma nativa, mas com a ajuda de alguns sites, como o TuneMyMusic, você conseguirá fazer de maneira fácil a mudança de plataforma, sem a necessidade de criar manualmente todas as suas listas de novo. Veja como usar:

  1. Acesse o site TuneMyMusic e crie uma conta: Faça seu registro ao clicar no botão de login, no canto superior direito;

  2. Na tela inicial, clique em “vamos começar”;

  3. Selecione a plataforma de origem de suas listas: Aqui, você escolhe a plataforma que usa atualmente, no nosso caso, o Spotify;

  4. Será necessário fazer o login;

  5. Selecione a forma de escolher a playlist: É possível abrir e selecionar diretamente ou copiar a URL da playlist;

  6. Escolha quais músicas serão migradas: Você pode escolher a playlist inteira ou apenas algumas faixas;

  7. Selecione a plataforma de destino: Escolha o serviço para o qual você irá migrar, neste caso, o Amazon Music;

  8. Também será necessário confirmar o login na nova plataforma;

  9. Clique em começar: As músicas serão transferidas e o tempo do processo depende da quantidade de músicas selecionadas.

Leia Também:  Governo define diretrizes para o desenvolvimento tecnológico e científico do Estado

O plano gratuito permite que você transfira 500 músicas por vez. No plano Premium, que custa US$ 2 por mês no pagamento anual, é possível fazer toda a transferência de uma vez. De qualquer forma, é uma bela ajuda não precisar criar e configurar todas as listas manualmente.

Soundiiz

O Soundiiz é um site com plano gratuito para transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music, assim como no Tune My Music. Neste caso, a modalidade free permite que seja migrada uma lista por vez. Após fazer o login no Spotify através do site, basta selecionar uma para começar e escolher a plataforma de destino. Repita o processo para todas as suas playlists. Este serviço ainda conta com aplicativo para Android.

SongShift

O SongShift é um aplicativo para iOS que permite a migração de playlists do Spotify para o Amazon Music entre outros serviços de streaming. Para usar, basta fazer o login no serviço de origem, escolher aquela que deseja converter (assim como nos casos anteriores, o plano gratuito permite uma lista por vez), fazer o login na plataforma de destino e iniciar a transferência.

Leia Também:  CEO do Telegram culpa Apple por demora em atualização 'revolucionária'

Como revogar as permissões de acesso na sua conta

Se você desistiu da ideia de transferir playlists do Spotify para o Amazon Music ou simplesmente não quer mais manter os serviços conectados, há como revogar o acesso.

Para o Tune My Music, ao entrar na sua conta, clique no canto superior direito, e então selecione “Configurações de conta”. Basta escolher os serviços conectados e clicar em “Desconectar”. Para os aplicativos, é necessário cancelar as permissões na área de permissão do aplicativo dentro do sistema operacional.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA