COVID-19

141 municípios de Mato Grosso vão começar a receber seringas que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19

Publicados

em

141 municípios de Mato Grosso vão começar a receber seringas que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19.

JB News

Da Redação

De acordo com o secretario de Estado de Saúde de MT Gilberto Figueiredo, já existe um plano operacional, e só está faltando o Ministério de Saúde informar a quantidade de vacina contra a covid-19 será destinado a Mato Grosso, para poder fazer as distribuições de materiais que serão usados no combate a pandemia.

Segundo o secretário, o plano de imunização será de acordo o plano nacional de vacinação direcionado pelo ministério de Saúde, porém a logística e segurança em MT será realizada pelo Governo através de seus órgãos competentes, e que também será utilizada as forças de segurança estadual para a escolta dos matérias destinados ao combate do Coronavírus.

O Secretário pede tranquilidade à população e ressalta que todos serão atendidos, e conforme for chegando as vacinas, as pessoas serão imunizadas disse também que já foram feitas novas aquisições de matérias e não irá faltar seringas para os atendimentos.

Leia Também:  “Somente neste ano abrimos 90 novas UTIs em Mato Grosso”, relata governador

“Fiquem tranquilos, porque nós temos um estoque suficiente para vacinar toda a população. E já fizemos novas aquisições. Então, não vai ser por falta de seringa que nós não vamos fazer a vacinação no Estado. Tão logo as vacinas sejam encaminhadas pelo Ministério da Saúde, todos os 141 municípios receberão as vacinas e também as seringas para promover a vacinação”, pontuou Gilberto.

 

Veja aqui a nota  completa :

http://www.mt.gov.br/-/16285104–temos-seringas-suficientes-para-fazer-a-vacinacao-de-todo-o-estado-tranquiliza-secretario-de

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Varzea Grande informa ao MP que acatará notificação e editará decreto

Publicados

em

Por

JB News

Em resposta à notificação encaminhada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, a Procuradoria-Geral do Município de Várzea Grande informou que realizará a edição do Decreto 22/2021, que trata das medidas restritivas para prevenção à Covid-19. A administração municipal decidiu pela uniformização das normas de restrição que estão estabelecidas no Decreto Estadual, conforme recomendado pelo MPMT.

Na notificação, o procurador-geral de Justiça José Antônio Borges Pereira recomendou que os dispositivos do Decreto Municipal 22/2021 que flexibilizam as medidas mais restritivas já definidas pelo Decreto Estadual 836/2021 fossem revogados. Além disso, orientou que prevalecesse a norma mais restritiva nos casos de conflito entre os decretos do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal.

Na Cidade Industrial, o decreto permitia o funcionamento dos supermercados e mercados nos sábados até as 19 horas, e não como o Estado, que determinou o fechamento até ao meio-dia. Também permitiu que as igrejas e templos possam funcionar até as 20 horas, ou seja, uma hora antes de iniciar o Toque de Recolher, que vai das 21 horas até as 5 horas da manhã do dia subsequente.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Kalil decreta toque de recolher fecha parques e espaços de lazer
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA