Policial

Presidente da Câmara de VG Fábio Tardin, vereador Paulo Tolares e seu filho, secretário Breno Gomes, empresário Carlos Henrique, inspetor de tributos municipal Freide da Costa são denunciados por estelionato, falsificação e peculato

Publicados

em

JB News

Por Alisson Gonçalves

O Presidente da Câmara de Varzea Grande, vereador Fábio Tardin (PSB), foi indiciado pela Polícia civil pelos crimes de estelionato, falsificação e peculato,em um suposto esquema de registro de terrenos não legalizados.

A informação seria de que o presidente da Câmara que é atual Candidato a Deputado Estadual, e mais outros envolvidos como o vereador Pedro Paulo Tolares (UB). o seu filho Jefferson da Silva Tolares, conhecido em VG como “Gordinho”, o secretário municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, o empresário Carlos Henrique Morgado Rodrigues, conhecido como “Carlinhos do Gela Guela”, o inspetor de tributos municipal Freide da Costa Figueiredo, e ainda um homem identificado como José Carlos Rodrigues, também foram indiciados.

Todos eles eram investigados por,venderem terrenos não legalizados em VG.O esquema funcionava assim eles visitam o terreno que não estava legalizado,e então passavam o terreno para seus nomes e nomes de terceiros em seguida era feito a vendas dos lotes.

Em 2021 a polícia recebeu uma denúncia de que funcionários da prefeitura de VG,estariam envolvidos no esquema de vendas de terreno,ainda na época Jeferson Tolares o “Gordinho”chegou a receber uma quantia no valor de R$ 50 mil do terreno vendido,essa quantia era dividido entre ele e coordenador do setor de IPTU da prefeitura identificado como Freire ele que mexia na documentação.

Leia Também:  PF prende 7 membros do comando vermelho e cerca R$ 10 milhões de reais

Entre os bairros que eram feitos às vendas dos terrenos está:Jardim Glória, no Residencial Jacarandá e próximo à ponte Mário Andreazza, entre outras regiões em Várzea Grande.

Todos os repasses do terreno era feito sobre a orientação do Presidente da Câmara Fábio Tardin.

Todos eles foram ouvidos pela polícia civil, mais durante a conversa negaram qualquer tipo de conhecimento com a prática do crime.

Com isso o inquérito foi encaminhado ao (MPE) Ministério Público Estadual,que deve dar um parecer.

COMENTE ABAIXO:

Policial

Policia prende 16 menores e 4 adultos em festa regada a álcool e drogas

Publicados

em

Por

JB News

Por Nayara Cristina


A Polícia Militar fechou uma festa regada a drogas na madrugada deste domingo 07.08, em Nobres, cerca de 121 km de Cuiabá.

No local prendeu quatro homens adultos e apreendeu 16 adolescentes.

Segundo os policiais o evento era patrocinado por uma organização criminosa, que pratica fraudes na OLX.


As informações são de que os policiais foram informados que uma festa estava sendo divulgada amplamente nas redes sociais, tinha diversos adolescentes e era regada a drogas e álcool.

Ao chegar no local, o tumulto tomou conta, as pessoas começaram a correr e diversas delas conseguiram fugir pulando os muros dos fundos

Um jovem  foi detido, e com ele foi encontrada uma garrafa com “loló”, uma droga caseira que dá alucinações.

Na busca foram  encontradas  diversas porções de maconha, pasta base de cocaína, cigarros de maconha, bebidas e dinheiro.

Ao todo, foram apreendidos 16 adolescentes. Vários deles bastante alcoolizados.

Os organizadores da festa, identificados como R.M.S. e H.N.O., foram detidos após a confirmação dos entorpecentes no local e da presença de menores de idade.
 Todos foram  encaminhados para a delegacia de Nobres.

O Conselho Tutelar também foi acionado e fez o devido encaminhamento dos menores recolhidos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mato Grosso registra 250 óbitos por Covid-19 com mais de 6.877 casos confirmados
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA