Arquivos JB News 10 Anos

“Defendo que o povo indígena tenha direito de decidir sobre produção em suas terras”, diz Neri Gelle

Publicados

em

 

 

Durante debate na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara, nesta terça-feira (27.08), sobre a PEC 187/2016, o líder da bancada de Mato Grosso, deputado federal Neri Geller (PP/MT) defendeu o direito dos povos indígenas de produzirem em suas terras, desde que, cumpram a legislação ambiental.

“Acho que esse debate tem que sair do campo ideológico. Em Mato Grosso, por exemplo, conheço a realidade dos indígenas do Parecis, dos Xavantes da região de Barra do Garças, e da Reserva Sangradouro na região de Primavera do Leste, o que precisamos é aprovar essa PEC e dar condições para os indígenas escolherem no que trabalhar e o que produzir. A opção tem que ser de quem está na terra, tem que ser do povo indígena”, disse o progressista.

Para a secretária especial de saúde indígena do Ministério da Saúde, Sílvia Waiãpi, presente na CCJ, a emenda é necessária para que os indígenas possam comercializar aquilo que produzem. “É uma forma de o povo indígena ter sua independência financeira. Isso tem impactos positivos em várias áreas, inclusive na sua saúde, ao cultivar e consumir seu próprio alimento”.

Leia Também:  "Derrubada do veto foi uma demonstração de coerência", avalia Maluf

Segundo ela, não apenas os índios são beneficiados com a PEC 187, mas também o município em que a comunidade está inserida. “O índio irá gerar dividendos para o município, para o estado e até para a Federação. Além de gerar mais emprego e renda”. De acordo com Silvia, há muitos equívocos sobre a necessidade de independência dos povos indígenas. “Ao trabalhar, e gerar sua própria renda, o índio tem todo o direito de comprar relógios e o que mais ele quiser. Inclusive seus próprios remédios”, destacou. (Assessoria com FPA).


COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que fez ameaças a juiz por decretar prisão da esposa

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA